Você está em MG

PE2014

Santa Cruz vence o Central por 4 a 2 e atacantes finalizam jejum de gols

Em retorno ao Arruda, Léo Gamalho, Cassiano e Pingo fizeram os gols da equipe tricolor no jogo de estreia do Campeonato Pernambucano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/02/2014 18:55 / atualizado em 09/02/2014 20:37

Yuri de Lira /Diario de Pernambuco

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Um reencontro aguardado desde o início da temporada. Neste domingo, enfim, o Santa Cruz voltou a atuar no Arruda. O que não fazia desde dezembro do ano passado. Nas arquibancadas, um público módico para ver o duelo de estreia do time no Pernambucano, contra o Central. O televisionamento da partida, uma tabela divulgada a menos de dia do jogo, a chuva, além do fato de o clube não estar contemplado no Todos com a Nota, acabaram afastando o púlbico. Mas em campo os corais venceram. Placar de 4 a 2. Numa tarde que marcou o fim do jejum dos atacantes da equipe em 2014.

O primeiro terço do jogo foi entediante. Os adversários somente se estudavam. Renatinho até teve duas nítidas oportunidades para fazer o gol. Porém, ainda sem encontrar o seu futebol neste ano, desperdiçou ambas. A Patativa iniciou ainda mais acuada que os mandantes. Limitava-se a contra-ataques. A maioria deles interrompido já pelos volantes do Santa.

Foi Léo Gamalho quem inaugurou o placar, aos 17 minutos. Os atacantes do Tricolor ainda não tinham balançado as redes nesta temporada. Fim de um tabu que já incomodava. Esse gol, por sinal, quase não saiu. Foi chorado. O centroavante coral cabeceou, dividindo com o goleiro André, e a bola acabou entrando lentamente - antes ainda da tentativa de o zagueiro Alyson evitar já em cima da linha.

Depois do gol, o Alvinegro despertou e aproveitou-se do relaxamento dos tricolores. Conseguiu a virada ainda no primeiro tempo. Jonathan Goiano empatou. Fernando Pires fez 2 a 1. A alegria durou pouco. Exatamente dois minutos. Aos 38, Léo Gamalho marcou de novo. Placar igual no Arruda. O novo camisa 9 deixou o gramado ovacionado na hora do intervalo.

Segundo tempo
Gamalho, no entanto, não subiu para a etapa final do jogo. Sentiu um desconforto na coxa direita e foi substituído por Pingo. O terceiro gol do Santa Cruz veio outra vez com um atacante. Desta vez, Cassiano após assistência de Tiago Costa - aos 11.

Quatro minutos depois, a partida ficou mais fácil para o Santa Cruz. Isso porque o zagueiro Alyson foi expulso e deixou o Central com um a menos. O Tricolor passou a ter o comando das ações. Com o domínio do jogo, o também mais um gol de atacante. Pingo. Com direito a posição duvidosa e drible no goleiro.

Estádio: Arruda (Recife-PE). Árbitro: Cláudio Mercante-PE. Assistentes: Roberto José e Marcelino Castro, ambos de Pernambuco. Gols: Léo Gamalho (Santa Cruz, aos 17 do 1T e 38 do 1oT); Jonathan Goiano (Central, aos 25 do 1T), Fernando Pires (Central, aos 36 do 1T), Cassiano (Santa Cruz, aos 11 do 2T) e Pingo (Santa Cruz, aos 24 do 2T). Cartões amarelos: Alyson, Lúcio e Diego Teles (Central); Pingo (Santa Cruz). Cartão vermelho: Alyson (Central). Público: 8.009. Renda: R$ 97.090

Santa Cruz 4
Tiago Cardoso; Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel (Memo), Luciano Sorriso, Renatinho e Raul (Jefferson Maranhão); Cassiano e Léo Gamalho (Pingo). Técnico: Vica

Central 2
André; Adriano, Lúcio, Alyson e Jean; Diego Teles, Fernando Pires, Danilo Pires, Luiz Fernando (Deyzinho); Thallys (Héverton Luis) e Jonathan Goiano (Vágner Rosa). Técnico: Humberto Santos