Você está em MG

Aflitos

Presidente do Náutico confirma: prazo para pagar atletas não foi cumprido

Acordo para pagar salários atrasados, que iria até o o dia 9, não foi cumprido por Paulo Wanderley

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 10/12/2013 14:08 / atualizado em 10/12/2013 16:58

Daniel Leal /Diario de Pernambuco

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
O prazo dado pelo diretoria do Náutico para pagar os salários atrasados expirou neste segunda-feira. Um dia depois da data prometida pelo presidente Paulo Wanderley, o dinheiro prometido para ser depositado no dia 9 deste mês não caiu na conta dos atletas. O próprio mandatário alvirrubro foi quem confirmou a notícia ao Superesportes, na tarde desta terça-feira.

"Estamos trabalhando para resolver isso o mais rápido possível. estou tentando, tratando disso como posso", afirmou Wanderley, sem, todavia, dar um novo prazo para o quitamento da dívida. "Houve apenas um pequeno atraso, mas tudo vai ser honrado", garantiu o presidente alvirrubro.

Às vésperas do fim da Série A, os jogadores do Náutico ameaçaram entrar em greve (dia 28 de setembro). Tendo o volante e capitão do time Martinez como porta-voz do elenco, o grupo pontuou uma série de problemas nos bastidores do clube, incluindo o atraso salarial para parte dos jogadores. No caso, nove atletas do grupo ficaram com o direito de imagem atrasado, deixando o elenco em situação constrangedora.

Com o time rebaixado à Série B e com a Série A já finalizada, muitos atletas já sequer estão no Recife. Caso do volante Derley, que ainda não sabia do atraso no pagamento. "Para falar a verdade, ainda nem olhei a minha conta", disse. Outro que preferiu não se identificar, confirmou o atraso afirmou que buscará a Justiça nos próximos dias.