Mais Esportes

ESCOLARES

Marcelo Negrão é homenageado na abertura dos Jogos Escolares de Pernambuco

Mais de 2 mil atletas e alunos, de escolas públicas e particulares, lotaram o Teatro Guararapes, no Centro de Convenções. Competições começam na sexta

postado em 18/04/2017 20:24 / atualizado em 18/04/2017 20:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Divulgação/Seturel-PE
"Eu não sabia que minha participação em jogos escolares iria me preparar para fazer parte da seleção brasileira. Esse sonho é possível e vocês estão perto disso". A declaração de Marcelo Negrão, ex-jogador da seleção brasileira de vôlei e campeão olímpico em Barcelona-1992, arrancou aplausos de mais de 2 mil alunos de escolas públicas e particulares que compareceram nesta terça-feira, para a cerimônia de abertura dos Jogos Escolares de Pernambuco (JEPs), no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções.

Os Jogos terão o mesmo modelo dos anos anteriores, com fase municipal, regional e estadual. As primeiras disputas começam na sexta-feira, com a categoria Mirim da Fase Regional Metropolitana. As competições só terminam em dezembro, com a final do futebol infantil na Arena de Pernambuco. Os campeões nas categorias mirim (12 a 14 anos) e infantil (15 a 17) das modalidades coletivas e individuais têm a oportunidade de representar Pernambuco na fase nacional, os Jogos Escolares da Juventude, que neste ano serão realizados em Curitiba (mirim, em setembro) e Brasília (infantil, em novembro).

Os atletas ainda possuem incentivos. Assim como nos dois últimos anos, os destaques do futebol infantil masculino vão assinar um contrato profissional com um time de sua respectiva região. Já no basquete, a melhor jogadora na categoria infantil, junto ao melhor técnico, irão ter a oportunidade de participar de um período de treinamentos na equipe Uninassau, que é a representante pernambucana na Liga de Basquete Feminino (LBF). Outra boa nova é a realização de uma premiação específica para os atletas e técnico escolares no final do ano.

Histórico de Marcelo Negrão
Nascido em São Paulo, mas pernambucano de coração, Negrão relembra momentos em que viveu no Recife. Em sua memória, as peladas de vôlei em frente ao edifício Acaiaca e a participação em várias edições dos Jogos Escolares. Sua primeira experiência na modalidade foi quando fez parte do time de vôlei do Colégio Boa Viagem. No Campeonato Mundial Infanto-juvenil de 1898, recebeu o título de melhor jogador do mundo da categoria. A conquista serviu de passaporte para que, no ano seguinte, ainda com 17 anos, ele fosse convocado para seleção brasileira, tornando-se titular. Em 1991, Negrão conquistou pelo Brasil a medalha de prata no Pan-Americano de Cuba. Em 1992, ele fez parte da equipe responsável pelo primeiro ouro olímpico do Brasil em um esporte coletivo e eleito o melhor jogador da Liga Mundial, em 1993.


Números dos JEP’s

18 de modalidades em disputa: vôlei, futsal, basquete, handebol, basquete, futebol, atletismo, natação, judô, xadrez, ginástica rítmica, luta olímpica, tênis de mesa, vôlei de praia, futevôlei, badminton, ciclismo e futebol de 7

60 mil alunos/atletas participarão dos Jogos

1 mil escolas estarão na disputa