Cruzeiro

CRUZEIRO

Mano critica impasse para jogo entre Cruzeiro e Lara, mas prefere adiamento a WO

Técnico diz que indefinição de datas atrapalhou na preparação da equipe

postado em 15/03/2019 12:50 / atualizado em 15/03/2019 17:48

<i>(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro )</i>

O técnico Mano Menezes lamentou os fatos que levaram ao adiamento do jogo entre Cruzeiro e Deportivo Lara, pela segunda rodada do Grupo B da Copa Libertadores da América. A partida seria nessa quarta-feira, no Mineirão, e chegou a ser transferida para o dia seguinte. Por fim, devido às dificuldades de o adversário da Raposa desembarcar em Belo Horizonte por causa da crise política e elétrica na Venezuela, a Conmebol remarcou o duelo para 27 de março.

Mano compreendeu a situação difícil enfrentada pelo Deportivo Lara e disse preferir o adiamento do jogo a um possível WO do adversário, o que poderia beneficiar os outros times do grupo – Emelec e Huracán. 

“Eu sempre prefiro jogar. O futebol se resolve dentro de campo, embora eu saiba que tenha sido um caso atípico. Com todas as circunstâncias que impediram nosso adversário de vir, o Cruzeiro entende que foi o caminho mais correto. Pela questão estratégica da competição, também é importante jogar. As pessoas esquecem que, se fosse WO, todos os jogos seriam 3 a 0, inclusive o primeiro (do Deportivo Lara), que foi 0 a 0 (contra o Emelec, na Venezuela). Então, já perderíamos uma disputa com um dos nossos adversários. Pela questão do país, é claro que a gente entende. Esperamos que tenha melhorado quando a gente for jogar lá. É bem provável que se não acontecer algum tipo de modificação, a Conmebol vai tomar atitude que dê segurança aos adversários para que os jogos sejam disputados normalmente”, comentou o comandante, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Toca da Raposa II. 

O impasse na viagem do Deportivo Lara para Belo Horizonte também afetou o compromisso do Cruzeiro contra o Tupi. Inicialmente, o jogo estava marcado para este sábado, às 16h, em Juiz de Fora. Mas, com a transferência da partida pela Libertadores para quinta, o duelo pela décima rodada do Campeonato Mineiro passou para o domingo. No fim das contas, após a decisão da Conmebol, a Federação Mineira de Futebol retornou o confronto pelo Estadual à data original. 

Mano considerou que a indefinição atrapalhou a preparação do Cruzeiro. O lado positivo, segundo o treinador, é o tempo extra para a recuperação de atletas, como Thiago Neves e Raniel. O meia tem um incômodo na panturrilha direita, enquanto o atacante ainda está entregue ao departamento de fisioterapia em função de dores na coxa direita.   

“Na verdade, você ficar esperando a definição atrapalha. Você não pode fazer o treino que gostaria de fazer, porque não sabe se o jogo vai sair. Ficamos dois dias em que tivemos fazendo treinamento de pré-jogo, que sempre é de carga menor. Mas a equipe está conseguindo treinar bem dentro daquilo que a gente quer. Quem sabe não ganhamos mais duas semanas para recuperar Thiago, que é uma coisa importante para nós. Vamos continuar treinando bem, focados, que isso sim é importante para nós”, afirmou. 

O Cruzeiro é o terceiro colocado do Mineiro, com 19 pontos. A duas rodadas do fim da fase classificatória, o time celeste tem chances remotas de alcançar a liderança. Já o Tupi, adversário deste sábado, ocupa a lanterna do Estadual, com quatro pontos. O Galo Carijó ainda não venceu na competição e não depende mais só das próprias forças para escapar do rebaixamento. 


Tags: deportivo lara mano menezes cruzeiro mineiro2019 interiormg libertadores2019