Athletico Paranaense

COPA LIBERTADORES

Após vitória emblemática, Athletico tenta quebrar tabu em reencontro com o Boca

Há pouco mais de um mês, time paranaense bateu os argentinos por 3 a 0, em Curitiba

postado em 09/05/2019 09:28 / atualizado em 09/05/2019 09:30

<i>(Foto: AFP / RAUL ARBOLEDA )</i>
Pouco mais de um mês após a vitória por 3 a 0 sobre o Boca Juniors na Arena da Baixada, o Athletico volta a enfrentar o tradicional time argentino a partir das 21h30 desta quinta-feira, na La Bombonera, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. A equipe do técnico Tiago Nunes entra em campo já classificada às oitavas da final, mas em busca da liderança do Grupo G e também da primeira vitória fora de casa na temporada.

Líder da chave, com nove pontos, o Athletico só pode ser ultrapassado pelo próprio Boca Juniors, segunda colocação, com oito. Empatados com cinco pontos, Tolima e Jorge Wilstermann ainda têm chances de alcançar a pontuação dos argentinos. Teriam, no entanto, de tirar uma boa diferença no saldo de gols para tirar o Boca das oitavas de final.

Será a primeira vez que o time paranaense disputará uma partida na La Bombonera, justamente em um momento no qual vem tendo dificuldades para vencer como visitante. Até agora, a equipe principal fez quatro partidas fora de casa em 2019, com três derrotas e um empate.

Na Libertadores, perdeu por 1 a 0 para o Tolima e por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann. Já no Brasileirão foi derrotado por 2 a 1 pelo Fortaleza e empatou por 1 a 1 com a Chapecoense. Durante o Campeonato Paranaense, venceu duas vezes fora de casa, mas jogou todo o Estadual com um time B, comandado por Rafael Guanaes.

O técnico Tiago Nunes não contará com o zagueiro Thiago Heleno para montar a escalação do Athletico. O defensor segue com um desconforto e foi vetado pelo departamento médico. As opções para a vaga são Robson Bambu e Paulo André. Também estão fora de combate o volante Camacho e o lateral-direito Madson.

No Boca Juniors, o técnico Gustavo Alfaro também tem uma baixa importante. O meia Emanuel Reynoso sofreu uma lesão no joelho no último domingo e não estará à disposição. O treinador indicou que deve dar uma chance ao jovem Agustín Almendra, de 19 anos. Nome mais famoso do elenco, Carlitos Tevez se recuperou de uma entorse no joelho e ficará no banco de reservas.

Tags: Copa Libertadores atleticopr seriea nacional