Vôlei

VÔLEI

Jogando a primeira em casa, Minas busca o segundo triunfo na Superliga

Diante da torcida, equipe mineira terá novidades

postado em 05/11/2018 13:03 / atualizado em 05/11/2018 13:17

Reprodução Instagram @mtcvolei
Pela primeira vez na Superliga Nacional Masculina de Vôlei, o Minas jogará diante de sua torcida. Embalado pela vitória na estreia, fora de casa – 3 a 1 de virada sobre o Corinthians, em São Paulo –, a equipe minas-tenista enfrentará, às 19h30, na Arena JK, o Campinas, que venceu seus dois jogos até aqui.

O time comandado pelo técnico Neri Tambeiro tem muitas novidades. A torcida terá a oportunidade de ver em ação os jogadores do Minas (nove foram convocados) que encantaram o técnico Giovane, da Seleção Brasileira, durante a Copa Pan-Americana, em Córdoba, no México – o Brasil terminou como vice-campeão, perdendo a decisão para a Argentina.

Além deles, o líbero Maike, sensação do Brasil no Campeonato Mundial Bulgária-Itália, competição disputada em setembro e na qual a Seleção Brasileira foi também vice-campeã, perdendo a final para a Polônia. Além dos veteranos Piá e Bob, ponteiros, e Marlon, levantador.

Um dos destaque da equipe minas-tenista é o oposto Davy, de apenas 21 anos, que começou a carreira na Apcef, de Brasília, e está no clube há três anos. Ele admite que o fato de jogar em casa pela primeira vez causa ansiedade: “Não tem como não ter. Não só a minha expectativa, mas de todos os meus companheiros, é muito grande. O grupo está crescendo junto, o que é muito importante pra gente. Uma vitória, com a torcida junto, será muito importante”.

Davy concorda com a expectativa criada em torno do time do MTC, apontado por muitos como candidato a sensação da competição. “Começamos a Superliga sabendo do nosso potencial, que podemos bater de frente com as grandes forças. Temos condições de jogar de igual para igual com todo mundo. Sem querer exaltar a torcida e criar uma falsa expectativa, dá para sonhar em estar na final e em ser campeão. Já pensou?”, comenta.

Cruzeiro

O Cruzeiro entrou em quadra, pela segunda rodada da Superliga, na noite de sábado. No Riachão, venceu o Ribeirão Preto por 3 a 0 (25/20, 29/27 e 25/17), na estreia do ponteiro americano Taylor Sander.

A torcida gostou do que viu. Mesmo sem estar totalmente recuperado de inflamação no ombro (ele se machucou na disputa do bronze do Mundial com a Seleção dos EUA), Sander foi o maior pontuador da partida, com 13 pontos, ao lado de Isac, e teve o melhor aproveitamento no ataque – 67% de eficiência.

Não por acaso, o norte-americano acabou eleito o melhor do jogo. “Estava um pouco nervoso. Acho que fiz apenas dois treinos completos com o time, não estava totalmente à vontade, mas quis me divertir e jogar”, disse Sander, que crê em evolução com o tempo: “Foi uma boa vitória, temos que continuar trabalhando duro. Vou trabalhar muito com os levantadores para ajustar a minha melhor bola, treinar mais e mais. Estava sentindo falta de jogar e estou muito feliz. Foi um bom começo”.

O próximo compromisso do Cruzeiro será fora de seus domínios. Na quarta-feira, às 20h, o time celeste vai a São Paulo encarar o Corinthians, pela quinta rodada da Superliga.

Tags: Minas Tenis Clube maisesportes