Sport

SPORT

Atividades, negociações, finanças... o cenário do Sport após uma semana de paralisação

Com o futebol suspenso, clube passa por cenário inédito em meio a pandemia

postado em 23/03/2020 19:00

(Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife )
Há uma semana, o Sport anunciava a suspensão de todas as atividades no clube. Afinal, não era para menos: seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) por conta da pandemia de coronavírus, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) e a Liga do Nordeste haviam paralisado o Estadual e Regional, respectivamente - algo que a CBF já fizera dois dias atrás com as competições nacionais. 

Assim como o clube, o elenco profissional parou. Os jogadores rubro-negros foram liberados dos treinos na terça-feira - antes, no domingo (15), o Leão havia entrado em campo pela última vez, quando perdeu para o Ceará por 2 a 1 pela Copa do Nordeste. Para minimizar a perda de  condicionamento físico dos atletas, a comissão técnica elaborou uma cartilha de atividades e alimentação para o elenco leonino, atualizados semanalmente pelos profissionais do clube.

Ainda sobre os jogadores, aliás, mas dessa vez das divisões de base, o Leão montou uma força-tarefa para levar cerca de 70 deles para as suas respectivas casas, uma vez que diferentemente do time profissional uma boa parte não tem residência no Recife.

Negociações

Finanças
Diante do panorama de indefinição, sem jogos e competições - ou seja, bilheterias e possíveis cotas e patrocínio -, o Sport recorreu a promoções para os rubro-negros. Adesão a qualquer plano pode ser feita de forma gratuita pela internet. Além disso, torcedoras mulheres têm 70% de desconto em quatro categorias. Ambos os casos, aliás, valem para o pagamento da mensalidade anual. Não à toa, o presidente leonino fez um apelo à torcida para contribuir com o clube nesse período de suspensão.