Náutico

NÁUTICO

Por volta ao G4 da Série C, Náutico joga com Imperatriz em início de sequência fora de casa

Caso vença, Timbu retornará ao grupo dos quatro melhores colocados

postado em 08/07/2019 09:15 / atualizado em 08/07/2019 19:44

<i>(Foto: Léo Lemos/CNC)</i>
Após vencer o Botafogo-PB por 2 a 1 nos Aflitos e espantar a pressão por resultados, o Náutico volta os olhos para a primeira das duas partidas que vai enfrentar fora de casa. Contra o Imperatriz, o Timbu tem a missão de pontuar e, assim, seguir no grupo dos quatro melhores classificados da Série C. No momento, os pernambucanos estão na sexta colocação, com 15 pontos.  Além disso, a partida será mais uma chance da equipe tentar vencer o segundo jogo seguido com o técnico Gilmar Dal Pozzo na competição. 

“Eu vejo que a gente vai ter uma margem em termos de pontuação quando encaixar duas vitórias. A gente não conseguiu ainda encaixar duas vitórias. Então em algum momento vai acontecer. Está bem próximo. Vamos concentrados, fazer um jogo forte, para que isso aconteça já no jogo contra o Imperatriz”, disse o técnico.  

A ideia, para o duelo, é de repetir a escalação que enfrentou o Botafogo-PB. Desta forma, a equipe seguiria com quatro atacantes de ofício entre os onze principais. Apenas tendo Neto Pessôa mais recuado, pelo centro, atuando como meia armador. Uma possível dúvida pode ser o volante Jhonnatan. O jogador não treinou na última sexta-feira por desgaste muscular. Caso não possa atuar, o paraguaio Jiménez é o cotado para a posição.   
 
Partida que ganha contornos de rivalidade, inclusive. Isso porque, nos últimos dois jogos entre Náutico e Imperatriz-MA, foi o Alvirrubro que saiu melhor. Na primeira, avançou para a segunda fase da Copa do Brasil contra o Cavalo de Aço. Em seguida, venceu por 4 a 2 a equipe maranhense, nos Aflitos. 

Como vem o Imperatriz 

Depois de deixar a vitória escapar nos minutos finais contra o Globo-RN - o jogo terminou empatado em 1 a 1 -, o Imperatriz busca a recuperação dentro de casa, no Frei Epifânio, diante do Náutico. Na sétima colocação do grupo A da Série C, o clube maranhense está na cola pelo G4. Isso porque, caso vença o Timbu, soma 15 pontos e pode figurar no grupo dos quatro melhores colocados pela quarta vez. A primeira oportunidade depois de sete jogos seguidos. 
 
Imperatriz 
Jean, Gustavo, Renan Dutra, William Amaral, Aelson, Xaves, Gabriel Caju, Da Silva, Lucas Silva, Vitor Xavier e Mateus Lima. Técnico: Paulinho Kobayashi

Náutico 
Jefferson, Fernando Lombardi, Camutanga, Hereda e William Simões; Josa, Jhonnatan (Jiménez) Neto Pessoa, Thiago, Matheus Carvalho e Wallace Pernambucano. Técnico: Gilmar Dal Pozzo 

Local: Frei Epifânio
Horário: 20h
Árbitro: Alexandre Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Diogo Carvalho Silva (RJ) e Andrea Izzaura Mafra (RJ)