Mais Esportes

ARTES MARCIAIS

Projeto de artes marciais da ABCC promove torneio amigo entre instituições beneficentes

O evento será neste sábado (10), das 9h às 12h, na quadra da Universo

postado em 08/11/2018 11:00 / atualizado em 07/11/2018 18:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Houldine Nascimento / ABCC
Famosa por gerir o reconhecido programa de inclusão social, Orquestra Cidadã, a Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC) está com os olhos voltados para os esportes. A Orquestra Cidadã atende gratuitamente mais de 300 jovens e já se apresentou em diversas partes do mundo, como no Vaticano, para o Papa Francisco. Fundada em 2003, além do projeto musical, a associação gere mais dois programas sociais: a Olimpíada Criança Cidadã, que reúne alunos de escolas da rede pública estadual, e seu próprio projeto de esportes, em sua sede. Juntos, os trê projetos já assistiram mais de três mil jovens de comunidades carente em situação de vulnerabilidade. 

Com o intuito de aumentar o número de crianças abraçadas pela iniciativa, desde 2014 a ABCC tem oferecido aulas de judô, karatê e taekwondo, além de xadrez. Com a ajuda voluntária do coordenador Marcos Melo e do professor, Anderson Felipe, o projeto rapidamente deu frutos. Os 100 alunos do projeto tem entre 7 e 14 anos, para participar precisa estar matriculado na escola. “Queremos aumentar o número de crianças que atendemos, agora em novembro vamos abrir inscrições para chegarmos a 150 alunos”, explica a presidente da ABCC, Myrna Targino. 
 
As turmas são separadas por idade e os alunos que demonstram mais aptidão são selecionados para participar de competições. Os atletas da instituição já ganharam medalhas em campeonatos estaduais e regionais, além de participarem de competições nacionais com bom desempenho. Júlia Franciely, 11 anos, é um dos maiores destaques da equipe. Incentivada pela mãe, a pequena judoca é campeã pernambucana e vice-campeã regional na sua categoria. “Logo que eu entrei, notei que estava dando certo e decidi ficar. O treinador me incentivou e eu comecei a participar das competições”, explica a atleta. 

Todos os recurso do programa vem da Campanha Clarear, uma parceria entre a Companhia Elétrica de Pernambuco e quatro entidades filantrópicas do estado. Fazem parte da parceria o Movimento Pró-Criança, a Pastoral da Criança, a Organização de Auxílio Fraterno e a Associação Beneficente Criança Cidadã. Na sede da ABCC, localizada no Cordeiro, as crianças contam também com aulas de reforço de português e matemática, refeições diárias e orientação psicológica, além de acompanhamento nutricional para atletas competidores. 

Com o objetivo de dar maior visibilidade ao trabalho social realizado pela ABCC, a instituição vai realizar neste sábado (10), em parceria com a Sicredi Pernambucred e o apoio da Universo e da Federação de Esporte Escolar de Pernambuco (Fedepe), o Festival de Artes Marciais Nildo Nery dos Santos. O evento, que homenageia o fundador da ABCC, vai ser realizado na quadra esportiva da Universidade Salgado de Oliveira, das 9h às 12h. Cerca de 300 atletas participarão de disputas não competitivas de judô, karatê e taekwondo. Dez associações que trabalham com projetos de inclusão social foram convidadas para a iniciativa e todos os participantes receberão medalhas.
 
Atletas famosos como Kuki, Magrão, Chiquinho e Yane Marques, são embaixadores da iniciativa e estarão presentes no evento.“Quando nos mobilizamos para ajudar outra pessoas é louvável. Eu sempre tomo frente quando me convidam para participar de projetos como este. Esse tipo de  projetos de inclusão é muito importante”, concluiu o eterno ídolo do Náutico.