SANTA CRUZ

Santa Cruz e Náutico empatam em 1 a 1 e Tricolor segue sem ganhar dos alvirrubros

Time coral abriu o placar nos acréscimos do primeiro tempo, com Alemão, mas Daniel Morais deixou o partida em igualdade no segundo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 20/03/2016 17:54 / atualizado em 21/03/2016 09:21

Rafael Brasileiro /Diario de Pernambuco

Ricardo Fernandes/DP
A escrita está mantida. O Santa Cruz se engasgou de novo com o Náutico e segue sem conseguir ganhar do rival. Na tarde deste domingo, no Arruda, o Tricolor chegou a abrir o placar nos acréscimos do primeiro tempo, com o zagueiro Alemão. Porém, Daniel Morais, que havia acabado de entrar, fez com que o disputado jogo terminasse empatado em 1 a 1. Com o resultado, a equipe coral, que ainda desperdiçou um pênalti com Grafite, ainda não se garante matematicamente nas semifinais do Pernambucano e se distancia ainda mais dos três primeiros colocados. Agora, são cinco partidas seguidas sem o Mais Querido derrotar o Timbu, líder. E sete sem comemorar vitória em um clássico.

Parte dos holofotes deste clássico voltaram-se ao experiente Léo Moura, estreante do dia pelo Santa Cruz - assim como o volante Uillian Correia. O ex-flamenguista teve até o nome gritado por parte da torcida quando entrou no gramado. Mas acabou não correspondendo tanto as expectativas. Como homem de meio-campo, não conseguiu criar jogadas. Demorava para pensá-las. Não chutasse fraco uma bola, poderia ter até aberto o placar após deixada de Grafite. Pouco para quem havia assegurado que estava no ritmo ideal para atuar.

Com menos posse de bola, o Náutico de Gilmar Dal Pozzo, por sua vez, iniciou o jogo com uma aposta arriscada: Gil Mineiro. Inesperadamente, voltou a ser acionado, ocupando o lugar do machucado Esquerdinha. A sua última partida, diga-se, foi em outubro de 2015, justamente no penúltimo Clássico das Emoções - marcado por vitória por 3 a 1 do Alvirrubro, pela Série B, no Arruda. Foi ele quem deixou de fazer o primeiro gol do jogo, ainda com um minuto. Depois, faria ainda muito mais.

Perdeu também a melhor chance do primeiro tempo após um contra-ataque em que ele e Thiago Santana ficaram apenas contra Lucas Gomes e Tiago Cardoso, cujas mãos garantiram que Gil não abrisse o placar para o Timbu. O camisa 1 do Santa evitou ainda um gol de Renan Oliveira. Essas foram duas das quatro chances construídas por uma linha de frente que custava para funcionar.

O preço da inoperância ofensiva do Náutico foi alto. O time de Marcelo Martelotte, que preferia usar os lados do campo para chegar na metal rival, teve tudo para inaugurar a contagem com Grafite. O centroavante sofreu pênalti de Ronaldo Alves, bateu, mas Júlio César defendeu a cobrança, aos 42. O desperdício da penalidade, entretanto, não abateu o Tricolor. Nos acréscimos de um primeiro tempo equilibrado, Alemão fez 1 a 0, de cabeça.

Segundo tempo
A etapa final começou num ritmo bem mais intenso. O confronto se tornou bem mais aberto, com ambos os adversários mais certeiros na criação. O atacante Daniel Morais, que acabara de entrar no lugar de Thiago Santana, empatou a partida, aos 22. Um toque na bola dele, um gol. O cruzamento, aliás, foi de Gil Mineiro. Arriscada, mas certeira aposta de Dal Pozzo. A partir de então, o Timbu ganhou mais volume de jogo. Poderia ter virado com Ronaldo Alves e com Daniel Morais. O Santa também poderia ter desempatado, ao Leonardo acertar o travessão de Júlio César.

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Vitor (Everton Sena), Alemão e Leonardo e Allan Vieira; Lucas Gomes, Uillian Correia (Dedé), João Paulo e Léo Moura (Raniel); Keno e Grafite. Técnico: Marcelo Martelotte.

Náutico
Júlio César; Rafael Pereira, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Henrique; Eduardinho, Rodrigo Souza, Renan Oliveira, Gil Mineiro (Rafael Coelho) e Rony (Jeferson Nem); Thiago Santana (Daniel Morais). Técnico: Gilmar Dal Pozzo. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Local: Arruda (Recife-PE)
Árbitro: Gilberto Castro Júnior (PE)
Assistentes: Aldir Pereira (PE) e Marlon Gomes Oliveira (PE)
Gols: Alemão (46’ do 1T, Santa) e Daniel Morais (22’ do 2T, Náutico)
Cartões amarelos: Uillian Correia (Santa Cruz); Ronaldo Alves, Rafael Pereira, Daniel Morais e Eduardinho (Náutico)
Público: 12.010
Renda: R$ 173.115,00
{'id_site': 18, 'imagem_destaque': 'ns18/app/foto_12711703576/2016/03/20/1512/20160320181351259619i.jpg', 'id_content': 3259607L, 'url': 'http://www.pe.superesportes.com.br/app/fotos/futebol/santa-cruz/2016/03/20/galeria_santa_cruz,1512/fotos-santa-cruz-1-x-1-nautico.shtml', 'titulo_destaque': 'Fotos: Santa Cruz 1 x 1 N\xe1utico', 'id_pk': 1512L, 'id_conteudo': 3259607L, 'id_aplicativo': 7, 'meta_type': 'foto', 'titulo': 'Fotos: Santa Cruz 1 x 1 N\xe1utico', 'id_treeapp': 51, 'descricao_destaque': 'Time coral abriu o placar nos acr\xe9scimos do primeiro tempo, com Alem\xe3o, mas Daniel Morais deixou o partida em igualdade no segundo', 'schema': 'foto_12711703576'}